Cursos técnicos são opções rápidas para entrar no mercado de trabalho

O cenário no mercado de trabalho atual pode parecer um pouco incoerente: de um lado, uma grande quantidade de jovens entre 17 e 25 anos desempregados –mesmo com formação superior; do outro, empresas dizendo que vagas existem, mas alegando que faltam candidatos com a qualificação necessária.

Essa diferença nos discursos se dá porque atualmente o mercado de trabalho tem necessitado de pessoas de nível técnico, por isso existe uma grande quantidade de vagas não preenchidas.

Curso técnico

Além do mercado oferecer atualmente mais chances para quem possui uma formação técnica, estudantes avaliam o curso técnico como algo mais vantajoso para a sua formação. Em vez de fazer uma graduação, que poderia demorar 5 ou 6 anos, com a possibilidade de não conseguir se inserir no mercado de trabalho, o estudante prefere o curso técnico – que costuma ter um tempo de duração menor, e assim permite experimentar a atuação em sua área com mais rapidez e facilidade.

A situação também é observada quando nos deparamos com um extremo do mercado de trabalho, no qual sobram profissionais bacharéis, enquanto do outro faltam técnicos, desmistificando que um diploma de curso superior trará mais oportunidades do que um diploma de curso técnico. Algumas escolas profissionalizantes, inclusive, já fazem parcerias com empresas, garantindo emprego aos seus alunos.

Vantagens

O profissional que opta pelo curso técnico antes da sua primeira graduação adquire maior experiência e maturidade sobre o que pretende estudar, saindo na frente no mercado de trabalho. O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), criado pelo governo federal em 2011, prevê ainda a ampliação na oferta de cursos técnicos e a formação profissional de jovens, facilitando o acesso e a especialização para esses setores.

Além disso, o curso técnico ajuda o estudante a dar o seu primeiro passo para a independência financeira, auxiliando na conquista de uma profissão e de um salário que permita pagar um curso superior. Em tempos em que o jovem pensa em vestibular e na entrada muitas vezes precipitada em uma universidade, vale avaliar com carinho a possibilidade de fazer um curso técnico.

Post author

Responda